Categorias
DICAS E NOTÍCIAS

Porto de Galinhas cria Comitê para discutir ações de retomada das operações

Uma das principais ações do Comitê é a criação do Manual de Boas Práticas de Atendimento, Higiene e Segurança, que será adotado por todos os hotéis, pousadas e restaurantes do destino

Além de ser a praia mais desejada de Pernambuco, Porto de Galinhas, no Litoral Sul do Estado, também é exemplo de retomada de negócios com segurança. Com a crise provocada pelo surgimento do novo coronavírus, os empreendimentos ligados a Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas (AHPG) decidiram focar em novas práticas de limpeza, a fim de garantir o bem estar dos turistas no destino. Intitulado de Comitê Gestor de Qualidade, os integrantes lançaram o Manual de Boas Práticas de Atendimento, Higiene e Segurança, que será utilizado nos estabelecimentos de Porto de Galinhas.

O Manual está dividido em duas fases: retomada parcial das operações e abertura total. Na primeira fase, que terá duração de quatro a seis semanas, os estabelecimentos deverão operar com 50% da capacidade, tantos nos hotéis e pousadas como nos restaurantes. Somente na segunda fase do plano é que haverá o funcionamento normal e com horário restabelecido de todos os empreendimentos.

“A Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas sempre priorizou as necessidades do nosso destino. Com o advento da Covid-19, nos unimos para preparar, no menor prazo possível, o Manual de Boas Práticas de Atendimento, Higiene e Segurança para a reabertura dos hotéis. Sentimos a necessidade de nos anteciparmos para darmos mais tranquilidade e segurança para os hóspedes do nosso destino”, afirma o presidente da AHPG, Massimo Pellitteri.

O Manual foi desenhando detalhadamente, com base nas melhores práticas da hotelaria mundial. Os gestores avaliaram as orientações de diversos países para implementar nos hotéis de Porto de Galinhas. O Comitê Gestor de Qualidade é formado pelo conselho da AHPG, profissionais de hospedagem, operações, alimentos e bebidas, governança e segurança do trabalho, além da vice coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Hotelaria e Turismo (PPHTUR) da UFPE, Viviane Salazar.

“Nosso Comitê está cuidadosamente analisando os diversos pontos de vistas dos especialistas envolvidos. Sabemos da importância em ter um documento que atenda tanto a área de saúde, mas também que se encaixe de forma adequada no dia a dia de um hotel. O Manual traz a seriedade e segurança que os turistas necessitam”, comenta Viviane Salazar, integrante do Comitê e vice coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Hotelaria e Turismo (PPHTUR) da UFPE.

RETOMADA// A maioria dos hotéis e pousadas de Porto de Galinhas suspenderam o funcionamento das operações entre o fim de março e começo de abril, devido a pandemia. Atualmente, o destino conta com 16 grandes hotéis, 230 pousadas e 120 restaurantes. A retomada das operações está prevista para acontecer no segundo semestre deste ano. Atualmente, os empreendimentos associados a AHPG são os hotéis Armação Resort, Kembali, Hotel Solar, Marulhos Resort, Marupiara Resort, Porto de Galinhas Resort & SPA, Vivá Resort, Hotel Village, Nannai Resort & SPA e Serrambi Resort.

Categorias
DICAS E NOTÍCIAS

NE é opção preferida de viagem após a pandemia

Mais uma vez, o Nordeste brasileiro mostrou sua força e importância no setor turístico. Apesar da crise causada pelo surgimento do novo coronavírus, quase 27% dos viajantes brasileiros pretendem viajar para o Nordeste quando o cenário estiver mais estável. Isso é o que revela a pesquisa “O Pulso Turismo e Covid-19”, feito pelo laboratório TVRL LAB, iniciativa do Panrotas e Mapie, com objetivo de investigar e contribuir para o desenvolvimento do turismo do Brasil.

Os dados fazem com que Porto de Galinhas apareça na lista dos desejos dos viajantes. Em agosto do ano passado, uma pesquisa inédita do Ministério do Turismo (MTur) revelou que o balneário está entre os 10 destinos brasileiros mais procurados para viagens, ocupando o 9º lugar da lista. O levantamento do MTur também mostrou que 49% dos viajantes entrevistados preferem conhecer destinos de sol e praia.

Quem pretender visitar Porto de Galinhas quando a pandemia acalmar já pode começar a planejar sua viagem. Motivos não faltam para conhecer o balneário mais querido do Nordeste, que reúne os melhores hotéis do Brasil e gastronomia de alta qualidade. Porto de Galinhas reúne praias com águas mornas e cristalinas, com temperatura média anual de 27ºC. É um verdadeiro convite ao paraíso.

Distante 50 km do Aeroporto Internacional do Recife, o local é recomendado para crianças, jovens, adultos e idosos. Tem atrações para todas as idades. As praias de Muro Alto, Pontal do Cupe e Maracaípe, além da praia que dá nome a vila – Porto de Galinhas – são as mais visitadas na região. Na hora de descansar, opção é o que não falta. Porto de Galinhas têm diversas opções de resorts, hoteis e pousadas para toda família, afinal, contam com infraestrutura completa para que todos possam aproveitar a viagem da melhor forma possível, já pensando em quando será a volta.

O melhor de Porto de Galinhas é que a beleza do local não está só nas praias. Os turistas podem conhecer a barreira de corais, se divertir nas famosas piscinas naturais, andar de jangada ou bugues, observar os cavalos-marinhos pelo Rio Maracaípe, além de passear pelo animado centrinho da cidade, que reúne diversas lojas e opções de restaurantes para todos os gostos e bolsos.

A vila, que ferve no verão, com ruas estreitas e coloridas, tem uma pegada encantadora, e por isso atrai turistas do Brasil e do mundo durante todo ano. No centro da vila, a melhor opção é andar a pé para conferir com calma o artesanato produzido pelos nativos. Tem galinha de cerâmica, bordados, redes, mantas e tantas outras opções para levar na mala.

PESQUISA// O levantamento realizado pelo TVRL LAB contou com a participação de 300 viajantes brasileiros de todas as regiões do Brasil que fizeram pelo menos uma viagem nos últimos 12 meses e 325 empresas do Turismo nacional, predominantemente agências de viagens. Dos entrevistados, 26,8% querem viajar pelo Nordeste após a pandemia; 16,15% para outros destinos; 14,4 para praias regionais; 11,34% para a Serra Gaúcha; 8,93% para o Rio de Janeiro; 7,90% para Europa; 4,81%, para outras partes dos Estados Unidos; 4,12% para América do Sul; 3,09% para Flórida e 2,41% para o Caribe ou México.

plugins premium WordPress