Confira a data de abertura dos hotéis em Porto de Galinhas

O destino criou o Manual de Boas Práticas, o qual será adotado pelos meios de hospedagem do balneário, e pode ser utilizado por toda hotelaria de Pernambuco

A partir deste mês de junho, os hotéis em Porto de Galinhas, no Litoral Sul de Pernambuco, voltarão a funcionar de forma parcial, com até 50% de ocupação. A nova medida faz parte do Manual de Boas Práticas de Atendimento, Higiene e Segurança, criado pela Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas (AHPG) em parceria com o Real Hospital Português (RHP) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), por meio do Departamento de Hotelaria e Turismo.

O documento traz as novas medidas que serão adotadas pelos meios de hospedagem, frente a pandemia do Covid-19, as quais serão utilizadas desde a recepção dos hotéis até a forma como os trabalhadores exercem suas atividades. Vale salientar que os hotéis nunca foram obrigados a fechar, pois foram considerados serviços essenciais pelo Governo de Pernambuco, no entanto, os meios de hospedagem suspenderam o funcionamento devido à falta de hóspedes.

CONFIRA AQUI O MANUAL

O Manual está dividido em duas fases: retomada parcial das operações, que deve durar até que o Governo Municipal e Estadual autorizem a abertura total, condição na qual os hotéis poderão funcionar com 100% de ocupação. “Logo no início da pandemia, Porto de Galinhas começou a se preparar para o retorno das atividades, mesmo ainda não sabendo quando seria. Demos início a criação do Manual de Boas Práticas de Atendimento, Higiene e Segurança, já pensando na futura retomada dos negócios. Agora, com o Manual pronto, já realizamos treinamentos com os funcionários dos hotéis, como também realizamos as devidas adequações físicas das áreas dos restaurantes e áreas comuns dos hotéis.  Com a flexibilização dos governos em todo o Brasil, resolvemos que seria o momento de reabrirmos, prezando, claro, pelo bem estar dos hóspedes e também dos colaboradores”, comenta o presidente da AHPG, Massimo Pellitteri.

Embora tenha sido criado pela AHPG, o Manual pode ser seguido por toda hotelaria de Pernambuco. Até o momento, dos melhores hotéis do balneário, já estão em funcionamento o Nannai Resort & SPA, Marulhos Resort, Hotel Kembali e Armação Resort. Em breve, também voltará a funcionar o Vivá Resort, Hotel Solar, Village Porto de Galinhas, Marupiara Hotel, Serrambi Resort e Porto de Galinhas Resort & SPA.

“Estamos prontos para a reabertura dos hotéis, com total segurança, e uma assepsia muito mais forte nos apartamentos, além de novos processos no consumo e manuseio dos alimentos e bebidas, como também no check in e check out”, reforça o presidente do Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau, Eduardo Tiburtius.

PARCERIA

O Real Hospital Português (RHP) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foram os grandes parceiros na elaboração do documento e também irão atuar de forma direta na retomada dos hotéis em Porto de Galinhas. Na área da saúde, o Português dará atendimento preferencial aos hóspedes que estiverem hospedados nos hotéis, em caso de suspeita do novo coronavírus, além de disponibilizar totens de álcool em gel nos hotéis, como também dar orientações para que os setores de hospedagens deem o encaminhamento correto das possíveis ocorrências com hóspedes. Além disso, uma equipe também realizou treinamentos com funcionários dos hotéis sobre higienização e infectologia.

“É muito importante proporcionar à rede hoteleira de Pernambuco – e consequentemente ao turismo do Estado –  orientações e treinamentos sobre boas práticas em higienização e controle de infecção, de acordo com protocolos utilizados na instituição, seguindo os mais rigorosos padrões e normas de qualidade. O novo normal é uma realidade e precisamos estar preparados para esse momento”, afirma a superintendente executiva do RHP, Jaquelinne Lira.

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), por meio do Departamento de Hotelaria e Turismo, trouxe para o Manual as práticas que estão sendo adotadas pelos hotéis de diversos países, com objetivo de tornar a hospedagem ainda mais segura.

“Ficamos muito felizes por ter ajudado na construção do Manual de Boas Práticas para retomada das operações hotelarias em Porto de Galinhas. Sabemos que o momento requer atenção, cuidado e colaboração de todos para superar a crise que estamos vivendo. Trata-se de um momento de bastante aprendizado para todos, por isso sabemos que a atuação de equipe interdisciplinar é importante para superamos os novos desafios que se apresentam a cada dia”, destaca a coordenadora do curso de Hotelaria da UFPE, Simone Almeida.

ÚLTIMAS POSTAGENS
plugins premium WordPress